quinta-feira, 3 de julho de 2014

9º Capítulo - "David?! Que estás aqui a fazer?!"

Olá leitoras lindas, peço muitas muitas desculpas, não apareço por aqui há séculos, mas foram os exames e pronto, estragou tudo, mas voltei e postei este e vou já trabalhar no próximo, prometo, espero que não desistam da fic, espero que gostem e que deixem os vossos comentário, besitos!


(Mónica)

Acabei tudo o que tinha para fazer e fui à cozinha beber água, estava demasiado silêncio, pensei que ela estivesse com o Rúben, mas quando me ia para sentar no sofá deparo-me com a Filipa deitada no chão, comecei a gritar pelo Rúben, ele pegou nela e levou-a para a cama, passámos-lhe com água pela cara e chamávamos por ela em tom já de desespero, sem ver qualquer reacção da parte dela.

- Achas melhor irmos com ela ao hospital? – Perguntou o Rúben, pegando nela ao colo, começando a andar em passo de corrida, o que a fez tossir.
- Pelos vistos não será preciso, ela está a acordar.

 O Rúben, ainda com ela no colo, começou a dar-lhe beijinhos e a perguntar se estava tudo bem.

- Precisas de alguma coisa princesa? O que é que se passou? Já estás bem?
- Estou meio tonta mas sim estou melhor e preciso que me pouses no chão amor.
- Mas o que se passou guapa?! Tiveste uma quebra de tensão ou assim?!
- É mais ou menos isso bf, acho que o não comer há algum tempo e os nervos do Diogo ter aparecido aqui deram cabo de mim, mas já estou melhor, a sério que sim. Estou é cansada, podíamos ir dormir.
- Claro que sim princesa, anda cá. - Lá acabou ele por lhe pegar ao colo mais uma vez.
- Amor não, deixa-me andar está bem?
- E se cais?!
- Vens atrás de mim pode ser assim?
- Vou a agarrar-te que é melhor.
- Tu realmente não existes!
- Boa noite bf!
- Para ti também guapa.

(Filipa)

Abri os olhos e vi que a cama estava muito vazia, o Rú já não estava lá, tinha ido para o treino, o ultimo treino, antes de um jogo tão importante quanto era um Benfica-Sporting, levantei-me, e caiu um papel no chão, apanhei-o e li.

“Bom dia minha dorminhoca. Espero que estejas melhor, estou cheio de saudades tuas. E agora não percas mais tempo e vai já tomar o pequeno-almoço e despacha-te, vamos almoçar fora. Amo-te demais.”

Não consegui não sorrir, ele foi sem dúvida das melhores coisas que me aconteceram. Olhei para o relógio, eram 11h, fui tomar um duche e antes de decidir o que vestir fui comer.

- Bom dia Fi, melhor?
- Bom dia! Sim bastante melhor. Já comeste?
- Sim, não tenho namorados que me façam o comer né..!
- Han?
- Vai à cozinha, está na bancada.

Croissant, sumo de laranja e morangos, este Rúben estraga-me em mimos! Peguei no papel que lá estava e derreti-me.

“Espero que gostes e que comas tudo que bem precisas. Como de certeza que ainda não estás preparada começa a pensar nisso que não tarda estou a raptar-te! Amo-te princesa.”

Como é que era possível ele ser assim tão … perfeito?!

Fui até ao quarto e levei a Mónica comigo. Depois de toda a roupa virada do avesso lá me decidi. Um vestido branco, simples. Desci e fui para a sala esperar pelo Rúben.

(Mónica)


O Rúben tinha-me pedido para estar de olho e ver se ela comia bem, tendo em conta a noite passada e como o treino devia estar no fim se é que não teria já acabado mandei mensagem sobre isso, mas quando a Filipa se tinha virado para ver ao espelho lembrei-me de lhe tirar uma foto e de mandar ao Rúben.




Para: Rúben
“Está ou não está uma brasa a tua miúda?! Ela adorou o pequeno-almoço e comeu tudo, não te preocupes. Beijinhos.”

Fui para a sala, e acabámos por nos entreter as duas na conversa.

(Rúben)

Estava a sair do treino quando olhei para o telemóvel e vi a mensagem da Mónica. A minha Fi estava linda, dei uma corrida até ao carro porque me queria despachar o mais rápido possível quando ouvi uma voz que não me era de todo desconhecida.

- David?! Que estás aqui a fazer?!
- Sério que você acabou com minha amiga?! Não esperava isso de você, logo você Rúben!
- Ok, ela foi a chorar para ti?! Mano, eu não ia estar com uma pessoa que me pressionava, que não gostava de mim, que gostava da minha fama e quando acabei com ela senti-me aliviado, não tens a noção da pressão que era estar com ela. Não te peço que compreendas, apenas que aceites.

Virei-me e segui a direcção do meu carro.

- Rúben?
- Não vou mudar de ideias puto.
- Ela era tão má assim?
- Pode crer que sim.
- E cê tá bem?
- Melhor que nunca, passa mais logo lá em casa, assim conheces a minha miúda, pode ser?
- Me espera lá então.

Segui até casa e raptei a minha princesa, chegámos a um restaurante meio escondido, quis ter a maior privacidade com ela, e decidimos passear um pouco antes de lá levá-la!

- Então a bebé comeu tudo?
- Comi sim amor, estava delicioso, se tiver coisas daquelas todas as manhãs não tarda tou uma bola.
- Cala-te! Estás linda princesa. Dá lá voltinha, dá!
- És mesmo parvo.

(Filipa)

- Ai tão queridinhos, até metem nojo.
- Diogo, vai-te embora e deixa-nos em paz por favor.
- Mas tu ainda pedes por favor a este gajo, tu és nojento, sai daqui. – Ao dizer isto o Rúben vira-se a ele com socos e mais socos.
- Rúben pára! Ele não merece que nenhum de nós se preocupe, pára por favor!
- Depois de tudo o que te fez isto é pouco!
- Rúben pára! – Gritei! Começando a pensar em ir embora.
- Pronto ok, já parei. Mas estás a ver, já se foi embora.
- É! E quem se vai embora sou eu também!
- Princesa,.. Desculpa!

Fiz mal, sabia que fiz mal, mas não consegui aguentar-me, puxei-a para mim e beija-a da forma mais intensa possível, eu estava cada vez mais rendido àquela rapariga e tinha de tentar com que ela me desculpasse por isto.






6 comentários:

  1. Olá, adorei, o Ruben é um namorado muito protetor, mas também concordo com ele, não há paciência para o Diogo!
    Fico à espera do próximo, adorei mesmo!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  2. Oláá!!
    Já tinha lido e por isso vim só comentar!
    Como já te tinha dito está linddoooo!!
    O Ruben é um querido com a namorada! Todas aquelas coisinhas lindas dos bilhetes e da comida foi perfeito! Eles são um casal perfeito!
    Agora aquele Diogo é que já desaparecia! Ok que o Ruben não devia ter feito aquilo mas ele explodiu..acontece assim às vezes. A Fii tem de o perdoar, foi só porque gosta muito dela! Vá lá, não sejas má com o casal pff!!
    E quero o proximo!! Rapidinhooo!!
    Besos!

    ResponderEliminar
  3. Olá!
    Yeyyyyy, um capitulo! Soube tão bem lê-lo! Voltei a sentir aquela coisa boa enquanto lia e já tinha montes de saudades! Aliás, ainda não cobrou as saudades todas, quero maiiiis, muito mais por favor!
    Portanto, o já sabido, mesmo que passem décadas entre capitulos, está lindo, perfeito!! O Rú é tão perfeito, meu Deus! E o Dê apareceu, que lindo! Agora aquele Diogo... --' Sinceramente, mas ele é burro, estúpido ou burro-estúpido? Mas pronto, mais importante que saber o que ele é ou não, é saber urgentemente como ficam estes dois lindos! Eles não podem fiicar mal, chateados ou qualquer outra coisa negativa! Não podem, está bem? Eles são perfeitinhos juntos, siim?
    Quero o próximooooo!!
    Besos, te quiero bf <3

    ResponderEliminar
  4. Olá querida!
    Ok ainda vim a tempo :P é que andava curiosa para ler este capitulo!!! loool
    O Rúben é tão fofinho com a Fi,sempre preocupado, prepara-lhe o pequeno almoço...um fofo!! xD
    Aquele Diogo grr não posso com aquele gajo! Ele está bem é a milhas!!loool
    Quero mais rapidinho sff :D
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Já cheguei a este capítulo! E agora...? Não há mais :(
    Fico ansiosamente à espera do próximo. Estou a adorar, a sério!
    Espero que continues rapidinho! Beijinhos :)

    ResponderEliminar