segunda-feira, 28 de abril de 2014

7º Capítulo - "Tem calma bf, por favor, não comeces a chorar!"

Olá minhas lindas. Bem, hoje veio tarde porque tive numa guerra com o blog para conseguir postar, mas lá consegui e já aqui está, espero que gostem! ah e mais uma coisa, a partir daqui já não tenho grande coisa, mas vou tentar dar o máximo para continuar a ser regular, besitos <3


- Mas o que estás aqui a fazer?! – Disse tentando manter a calma.
- Ouve, eu tenho saudades tuas, das coisas que vivemos, daquilo que tínhamos, a sério, volta para mim, sei que não me esqueces-te, eu sei disso, aliás, eu tenho a certeza disso, o que vivemos foi verdadeiro, foi intenso, vá lá Fi, dá o benefício. – Pedia o Diogo agarrando-me no braço e aproximando-se de mim.

(Mónica)

Não podia acreditar no que via, quando vi o Diogo, gritei, corri para o quarto da Fi e apressei-me a ligar ao Rafael, nada mais me passou na cabeça. Até que fui rapidamente para a porta, até que chega ele, com o Rúben e com o Rodrigo. Fomos a correr na direcção da casa de banho, e quando o Rúben se preparava para entrar, agarrei-o.

- Deixa-os falar.

(Rúben)

- Larga-me Diogo! Porque raios inundas-te tu a casa?! Por amor de Deus! Tu és completamente louco!
- Sou louco por ti. Mas tu não percebes que o que sinto por ti é verdadeiro?!
- Não! Não percebo quando sei que me traíste, quando não vejo brilho nos olhos quando falas de mim. És nojento!
- Eu quero-te a ti, percebe isso!
- Tu não tens moral rigorosamente nenhuma para vir com este tipo de conversas. Achas o quê?! Que volto para ti?! Não! Não volto, nem hoje nem nunca mais, tu traíste-me, e lamento desiludir-te mas não estou minimamente interessada em ti, e secalhar nunca estive o suficiente. As pessoas certas fazem-nos esquecer as erradas, e eu tenho namorado, sou feliz com ele e não me interessas para nada, só quero que desapareças da minha vida.

Quando a ouvi falar de mim, de ser a pessoa certa, de a fazer feliz, de ser o namorado, senti um enorme orgulho por aquela miúda, era uma rapariga perfeita, que tinha encontrado por acaso, e que agora iria fazer de tudo para que fosse minha para sempre.

(Filipa)

- Tu não sentes o que estás a dizer. Eu sei que não! Anda cá. – Disse o Diogo, puxando-me para ele.

Senti alguém puxa-lo para trás, dando-lhe um forte murro. O cheiro, era o melhor do mundo, eu sabia que era ele, e quando me virei constatei exactamente isso. O meu Rúben apareceu. Estava a proteger-me. Percebi de imediato, quando vi o Rafael e o Rodrigo, que tinha sido a Mónica a chamá-lo. Quando o Rúben, juntamente com os outros dois, puseram o Diogo fora de casa, eu falava com a Mónica sobre o que acabara de acontecer.

- Ó bf, que estão eles os três aqui a fazer?
- Ai Fi, desculpa mas entrei em pânico, e nem liguei ao Rúben, foi logo ao Rafael, mas quando abri a porta apareceram-me os três. Olha lá como é que ele entrou aqui?!
- Ele tinha uma chave suplente, lembras-te?! Deve ter feito cópia ou uma coisa do género.
- Isso quer dizer que de vez em quando lembra-se e vem visitar-nos é?! – Disse ela ironicamente.
- Não parva, quer dizer que eu e tu estamos em mudanças!
- Outra casa?! A serio?! Não vamos arranjar nada mais barato que isto princesa!
- Talvez arranjemos, é uma questão de procurar. – Disse tentando convencê-la a ela e a mim.

Quando acabámos a conversa apareceram os três, e a Mónica virava a cara cada vez que sentia o Rodrigo de olhos postos nela.

- Eu liguei ao Rafael, vá até percebo a vinda do Rúben, mas o que estás tu aqui a fazer? – Perguntou não olhando o Rodrigo directamente.
- Sou amigo dela, também não dá isso?! Cê é difícil, caramba!
- Enfim. Fi, como fazemos agora?! – Perguntou virando-se para mim.
- Tu és tão teimosa, raios! – Disse-lhe baixo – Agora?! Então ficamos cá esta noite, e amanha procuramos sítio, não deve ser complicado.
- E ele?! Por amor de deus! – Respondeu-me no mesmo tom – E achas que conseguimos isso num dia?

(Rúben)

Tinha a Fi nos meus braços, queria mimá-la, e quando a ouvi falar com a Mónica sobre arranjar casa, pensei que elas poderiam passar a noite na minha. Não queria a minha princesa naquela casa, ele podia voltar.

- Vocês não ficam aqui, nem pensem! E se ele volta?!

- Óh amor, nós aguentamos, também a noite está quase perdida, é só mais hoje! – disse ela dando-me um beijo ternurento.


- Não! Filipa, ele pode fazer-vos mal! Não me perdoaria. Vem dormir a minha casa.
- Desculpa? Rúben, eu já te disse que para mim a noite está perdida, nem vou pregar olho, tenho de limpar isto, e sei defender-me, escusas de falar assim.
- Isso é tudo porque não queres dormir comigo?! Podias dizer logo!
- Rúben, mas tás bem ou quê?! O que é que se passa contigo?

Não estava a aguentar, tive a noção que ela era “disputada”, não era o único interessado nela e isso irritava-me. Ela nem comigo queria dormir, sentia um aperto no coração! Só pensei em sair dali.

(Filipa)

- Ele só pode estar a brincar! – Disse com lágrimas nos olhos, como é que em dois dias já tínhamos discutido desta maneira?!
- Tem calma bf, por favor, não começes a chorar! – Disse abraçando-me.


- Sim, cê tenha calma, vou ver dele! – Disse o Rodrigo, ao qual respondi com uma tentativa de sorriso.
- Ah pois tu! Vai lá vai! – Disse a minha melhor amiga ainda amuada com ele.
- Não sei o que deu ao Rúben, queres que fale com ele Fi? – Perguntou o Rafael, ajoelhando-se a mim, abraçando-me.
- Não, obrigada Rafa, a sério!
- Tu não estás a pensar acabar tudo à mínima discussão pois não? – Perguntou a Mónica em desespero perante as minhas lágrimas.

3 comentários:

  1. Olá!
    Adorei!
    Ai aquele palhaço do Diogo!É que nem volte a aparecer,veio estragar tudo!-.-
    Não gostei de ver o Rúben e a Fi a discutir... :\ espero que façam as pazes rapidamente!
    E respondendo à pergunta da Mónica, ninguém vai terminar nada que eles ficam bem é juntinhos! :P
    Fico à espera de mais!
    Beijinhos
    Rita

    ResponderEliminar
  2. Olá
    Ameiiiiiiiiiiiii *_*

    O ex dela é um palhaço ..... A Fi e o Rúben tem de fazer as pazes :D


    Mais *_*


    Beijinhos


    Catarina

    ResponderEliminar
  3. Porra que ia chorando bf! Mas aiiii, o estupor do Diogo é burro, burro ou burro estúpido?! Deve pensar que diz coisas fingidamente sentidas e pronto, a Fi volta para lhe dar o alento de outra que lhe falta na hora! É burro estúpido, portanto!
    Espero, não, preciso que a Fi diga que obviamente não vai desistir assim! Eles são tipo perfeitos juntos, posha!
    E pronto, a Mónica e o Rodrigo... eu passo-me, juro que sim! Teimosia e picanso são o prato do dia, da noite e até de um (não) olhar! Mas pronto, vá, até é giro ver estas coisinhas ahahah
    O próximo é uma necessidade, e prometo que vou tentar ler assim que postares e não com atraso colosal!
    Te quiero melhor amiga <3

    ResponderEliminar